Palavra do Senhor para mim, nesse dia…

Calai-vos perante mim, ó ilhas, e os povos renovem as forças; cheguem-se, e então falem; cheguemo-nos juntos a juízo.

Quem suscitou do oriente o justo e o chamou para o seu pé? Quem deu as nações à sua face e o fez dominar sobre reis? Ele os entregou à sua espada como o pó e como pragana arrebatada pelo vento ao seu arco.

Ele os persegue e passa em paz, por uma vereda por onde os seus pés nunca tinham caminhado.

Quem operou e fez isto, chamando as gerações desde o princípio? Eu o SENHOR, o primeiro, e com os últimos eu mesmo.

As ilhas o viram, e temeram; os fins da terra tremeram; aproximaram-se, e vieram.

Um ao outro ajudou, e ao seu irmão disse: Esforça-te.

E o artífice animou ao ourives, e o que alisa com o martelo ao que bate na bigorna, dizendo da coisa soldada: Boa é. Então com pregos a firma, para que não venha a mover-se.

Porém tu, ó Israel, servo meu, tu Jacó, a quem elegi descendência de Abraão, meu amigo;

Tu a quem tomei desde os fins da terra, e te chamei dentre os seus mais excelentes, e te disse: Tu és o meu servo, a ti escolhi e nunca te rejeitei.

Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.

Eis que, envergonhados e confundidos serão todos os que se indignaram contra ti; tornar-se-ão em nada, e os que contenderem contigo, perecerão.

Buscá-los-ás, porém não os acharás; os que pelejarem contigo, tornar-se-ão em nada, e como coisa que não é nada, os que guerrearem contigo.

Porque eu, o SENHOR teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo.

Não temas, tu verme de Jacó, povozinho de Israel; eu te ajudo, diz o SENHOR, e o teu redentor é o Santo de Israel.

Eis que farei de ti um trilho novo, que tem dentes agudos; os montes trilharás e moerás; e os outeiros tornarás como a pragana.

Tu os padejarás e o vento os levará, e o redemoinho os espalhará; mas tu te alegrarás no SENHOR e te gloriarás no Santo de Israel.

Os aflitos e necessitados buscam águas, e não há, e a sua língua se seca de sede; eu o SENHOR os ouvirei, eu, o Deus de Israel não os desampararei.

Abrirei rios em lugares altos, e fontes no meio dos vales; tornarei o deserto em lagos de águas, e a terra seca em mananciais de água.

Plantarei no deserto o cedro, a acácia, e a murta, e a oliveira; porei no ermo juntamente a faia, o pinheiro e o álamo.

Para que todos vejam, e saibam, e considerem, e juntamente entendam que a mão do SENHOR fez isto, e o Santo de Israel o criou.
Isaías 41:1-20

Anúncios

Gratidão…

Estava lendo o poster do http://naomordamaca.com/2011/12/21/gratidao/ e me fez refletir as coisas  que eu vivi nesse ano de 2011, quantas emoções… Foi o ano em que eu conheci muitas pessoas maravilhosas na escola Em Sua Presença, como foi bom…um ano de grandes desafios, quanta coisa boa e quanta coisa complicada de se resolver. Foi o ano em que eu iniciei na Faculdade, no mês de agosto ingressei no curso de Serviço Social e pude mais um vez ser impactada por Deus, tudo se encaixou perfeitamente. Não posso esquecer das promessas que o Senhor me fez e de todas as palavras ministrada ao meu coração, um ano de renovo na minha vida. Quero te agradecer Senhor por mais um ano que o Senhor me concedeu, por todo o teu amor revelado a mim e por se mostrar sempre tão presente. Teamo Jesus…

Depois de tanto tempo sem um new post, estou aqui para colocar texto feito por do Não Morda a Maça, no que me chamou muita atenção a verdade descrita no mesmo.Vai aí um pouquinho do que ela postou hoje 07/12/2011 no site http://naomordamaca.com/2011/12/07/nosso-casamento/

 

NOSSO CASAMENTO…

Os momentos difíceis são muitos, você escolhe ser um com uma outra pessoa, que foi criada de outra forma, e que apesar de todas as afinidades, é diferente de você, não é nada mágico. É um processo, uma escolha que você faz a cada dia, se não a cada minuto. Quando a paixão vira amor, não é só maturidade que nasce. Nasce a vontade de comprar a briga do outro como sendo a sua. Nasce a necessidade de ver o sorriso do outro custe o que custar.  Pode custar um sonho seu, pode custar adiar seus planos, pode custar esquecer de você. E não há nenhum peso nisso, afinal, é amor.

Escolher amar alguém até que a morte te separe dele, é algo que talvez você só vá entender quando estiver bem velhinha. Quando, ao olhar fotos antigas, você perceber que, ao contrario do seu físico, o amor se fortaleceu e se renovou. É muito mais profundo do que sua avó um dia tentou te explicar. É um lance de alma, é mais do que se conectar, é a anulação constante de dois mundos, para o nascimento de um novo mundo. Um novo ministério, uma nova missão, um novo lar.