Feliz Ano Novo…

Feliz 2011!

Uma nova história Deus tem pra mim…Um novo Tempo Deus tem pra mim,tudo aquilo que preciso for ouvirei de sua boca: Te abençoarei!

Deus se Lembra de Mim…

Deus se lembra dos meus sonhos
Ele sabe quem eu sou
Quando todos desistiram
Quando todos me esqueceram
Sua mão me alcançou
Deus se lembra do meu nome
E me chama com amor
Posso ouvir a sua voz
Me dizendo pra conquistar os sonhos
Que um dia em minha vida ele plantou
Deus se lembra de mim
E tudo o que ele prometeu vai se cumprir
Eu creio sim
Deus se lembra de tudo
Que um dia ele me fez sonhar
E o meu milagre ele vai realizar o meu milagre ele vai realizar
Eu acredito no Deus de milagres
O meu milagre ele vai realizar.

Ano de 2010

Refletir sobre esse ano de 2010 me faz vê  o quanto minha vida mudou, quantas decisões eu precisei tomar, quantos riscos eu precisei correr, e quantos sonhos eu consegui realizar…Nesse ano de 2010 conheci MUITAS PESSOAS novas, vivenciei momentos inesquecíveis que estarão pra sempre em minha caixinha de memória. Esse ano foi um ano de muitas realizações na minha vida profissional, foi um ano em que voltei a estudar e conheci mais pessoas novas…Difícil foi preservar as antigas amizades(Confesso Eu), minha ausência me afastou de algumas pessoas, algo que pretendo recuperar se assim a vida e as oportunidades me permitirem! Um ano onde meu coraçãozinho voltou a sorrir pro amor, me permiti ser feliz ao lado de alguém que só me trouxe alegrias…Foi um ano muito bom e ao mesmo tempo “ruim”, ruim passar por determinadas situações…Quantas lágrimas, quantos sorrisos, quantas alegrias…Todas essas eternas em meu coração!

Devo toda a minha alegria ao meu Papai do Céu, que me torna a cada dia a pessoa mais feliz do mundo.Te agradeço Pai por teu amor em mim…Teamo! 

Chis

Recordo Ainda…

 


Recordo ainda… e nada mais me importa…
Aqueles dias de uma luz tão mansa
Que me deixavam, sempre, de lembrança,
Algum brinquedo novo à minha porta…

Mas veio um vento de Desesperança
Soprando cinzas pela noite morta!
E eu pendurei na galharia torta
Todos os meus brinquedos de criança…

Estrada afora após segui… Mas, aí,
Embora idade e senso eu aparente
Não vos iludais o velho que aqui vai:

Eu quero os meus brinquedos novamente!
Sou um pobre menino… acreditai!…
Que envelheceu, um dia, de repente!…(Mario Quintanda)